Tucumán
3988
page-template,page-template-full_width,page-template-full_width-php,page,page-id-3988,bridge-core-2.6.2,qode-page-transition-enabled,ajax_fade,page_not_loaded,,vertical_menu_enabled,qode-title-hidden,side_area_uncovered_from_content,footer_responsive_adv,qode-theme-ver-24.7,qode-theme-bridge,disabled_footer_bottom,qode_header_in_grid,qode-wpml-enabled,wpb-js-composer js-comp-ver-6.5.0,vc_responsive,elementor-default,elementor-kit-4560

Ligando territórios, ligando pessoas Ligando territórios, ligando pessoas Ligando territórios, ligando pessoas Ligando territórios, ligando pessoas Ligando territórios, ligando pessoas Ligando territórios, ligando pessoas Ligando territórios, ligando pessoas Ligando territórios, ligando pessoas Ligando territórios, ligando pessoas Ligando territórios, ligando pessoas

Tucumán

Dados Gerais

  • Nome: Floresta Modelo Tucumán
  • Local: Província de Tucumán
  • Superfície: 180,000 Ha
  • Ano de filiação à RIFM: 2008
  • População: 900,000 habitantes

Introdução

A partir da Lei 8.304 de Proteção Ambiental das Florestas Nativas de Tucumán (2009), este tema adquiriu uma nova dimensão física, social e funcional, abrangendo toda a província. Desta forma, a Floresta Modelo Tucuman (FMT) ocupa atualmente todas as áreas protegidas (privadas, provinciais e nacionais) da província e ocupa 19% do território provincial (ambientes que possuem proteção legal e gestão especial, visando atingir objetivos de conservação e/ou preservação).

 

A FMT está localizada no oeste da província de Tucumán, na região noroeste da República Argentina, representando atualmente uma área de 180.000 Ha, na qual existe uma grande heterogeneidade de paisagens naturais e antrópicas, distribuídas em um gradiente altitudinal que varia entre 450 a mais de 5000 m acima do nível do mar (msnm).

Paisagem

O território caracteriza-se principalmente por zonas montanhosas e vales entre montanhas, pela riqueza da sua flora e fauna e pela beleza das suas paisagens. Possui alto valor biológico, ocupando áreas estratégicas para a preservação e conservação do patrimônio natural e cultural, além da enorme biodiversidade e os ambientes naturais provinciais, com ecossistemasdas províncias biogeográficas da Floresta Yungas, do Alto Andino, Puna e o Monte Árido e Semi-árido

 

A diversidade biológica, os recursos hídricos, a estabilidade, o funcionamento de todo o território provincial e o seu desenvolvimento socioeconômico sustentável dependem, em grande medida, da preservação e proteção destas áreas. Possuem também valores arqueológicos e antropológicos, que os tornam centros de primeira linha no panorama de todo o território nacional.

Associação

O Bosque Modelo Tucuman nasceu com diferentes organizações da sociedade civil. Neste momento está reformulando sua estrutura e tentando agregar novos atores.

 

É uma Governança mista e de articulação público-privada, e ações foram executadas junto à Cooperativa de Trabalho Generar Lda. Membros do Conselho de Administração, atuam como OA (Organização Administrativa) para fins de solicitação de financiamento de empresas privadas e/ou ou Cooperação Internacional como o PNUD.

 

O trabalho é feito por projetos, orientados a resultados.

Sustentabilidade

Objetivos estratégicos

 

  • implementação do Plano de Gestão Territorial das áreas protegidas da província
  • Manutenção da biodiversidade.
  • Preservação de importantes ambientes naturais quando, por meio de seu uso produtivo ou turístico, tornam-se fontes de renda e geração de empregos para seus habitantes.
  • Proteção do patrimônio natural e cultural
  • Promoção da pesquisa, educação e recreação.

 

Principais ações em andamento para atingir os objetivos

 

  • Divulgar o conceito de bens e serviços ambientais fornecidos pelas florestas.
  • Promover o uso sustentável dos ambientes representados na FMT, com ênfase especial nas áreas de mata nativa, e colaborar com a conservação de sua biodiversidade.
  • Valorizar o sistema de áreas protegidas na província.
  • Promover a implementação dos processos de consulta prévia, participação e acesso à informação das comunidades indígenas existentes na área da Floresta Modelo.
  • Promover projetos de participação cidadã e ações comunitárias nas escolas da FMT, visando a melhoria da qualidade de vida e inclusão social.
  • Disseminar práticas sustentáveis nos sistemas de produção.
  • Capacitar produtores locais.
  • Promover o agroturismo, o ecoturismo e o turismo cultural comunitário.
  • Fortalecer institucionalmente a FMT

 

Principais conquistas e impactos gerados

 

  • Desenho de um Plano Estratégico como guia para a tomada de decisão e governança entre seus parceiros e aderentes (2015).
  • Participação ativa na Consulta Popular e Oficinas para atualização da Lei de Gestão Territorial de Florestas Nativas na província de Tucumán (2018).
  • Implementação do modelo “Floresta Escola”, tendo iniciado oficinas participativas de educação ambiental em algumas escolas primárias e secundárias da província, com grande aceitação e participação de professores e alunos.
  • Criação de um curta-metragem intitulado: “El valor de nuestros bosques”, para comunicação, divulgação e formação.
  • Criação de um aplicativo para celulares para informar e treinar crianças e adolescentes sobre questões ambientais nas diferentes regiões protegidas de Tucumán.

Elemento Chave

Missão

Contribuir, em conjunto com as instituições que a integram, para melhorar as condições de vida dos habitantes da província através da participação dos diferentes sectores da sociedade e da implementação de acções que promovam a conservação e gestão sustentável dos recursos, buscando atrelar objetivos produtivos e sociais dos diferentes setores da sociedade.

 

Visão

Um território em que:

    • seus habitantes reconhecem e valorizam os recursos naturais e incentivam sua conservação e desenvolvimento,
    • o manejo sustentável é uma opção economicamente rentável,
    • a identidade das comunidades locais é mantida e fortalecida.
    • seus habitantes têm habilidades e ferramentas para trabalhar de forma participativa na tomada de decisões para promover o desenvolvimento local e regional.
    • promove-se uma economia diversificada, baseada na cultura local, garantindo uma qualidade de vida digna a todos os habitantes do território.

Outra informação

Documentos

 

Plano estratégico 2015

Videos