Panguipulli
3844
page-template,page-template-full_width,page-template-full_width-php,page,page-id-3844,bridge-core-2.6.2,qode-page-transition-enabled,ajax_fade,page_not_loaded,,vertical_menu_enabled,qode-title-hidden,side_area_uncovered_from_content,footer_responsive_adv,qode-theme-ver-24.7,qode-theme-bridge,disabled_footer_bottom,qode_header_in_grid,qode-wpml-enabled,wpb-js-composer js-comp-ver-6.5.0,vc_responsive,elementor-default,elementor-kit-4560

Ligando territórios, ligando pessoas Ligando territórios, ligando pessoas Ligando territórios, ligando pessoas Ligando territórios, ligando pessoas Ligando territórios, ligando pessoas Ligando territórios, ligando pessoas Ligando territórios, ligando pessoas Ligando territórios, ligando pessoas Ligando territórios, ligando pessoas Ligando territórios, ligando pessoas

Panguipulli

Dados Gerais

  • Nome: Floresta Modelo Panguipulli
  • Localização: Décima Região do Chile (Los Lagos)
  • Superficie: 329,000 Ha
  • Ano de filiação à RIFM: 2005

Informação de contato

Paisagem

Aspectos biofísicos

 

A comuna de Panguipulli está localizada a noroeste da Província de Valdivia, na Décima Região de Los Lagos, com uma área de 3.292 km2. É importante considerar a alta presença de floresta nativa encontrada na Décima Região, constituindo-se em fonte de recursos renováveis que adequadamente manejados permite almejar o desenvolvimento sustentável. A região de Los Lagos é uma região eminentemente florestal que possui uma área de 3.820.502 hectares de florestas, o que corresponde a 57,2% de sua superfície e a torna a região com a maior área florestal do Chile. Da área total, 95% correspondem a mata nativa e apenas 5% a plantações.

 

Quando a FM foi estabelecida, discutiu-se a possibilidade de considerar apenas a margem leste do Lago Panguipulli, o setor que faz fronteira com a cidade de mesmo nome, a área de Coñaripe, Liquiñe e a área do Projeto Huilo-Huilo. No entanto, após discussão pertinente, optou-se por toda a comuna, de modo a não deixar de fora as áreas onde atualmente estão sendo desenvolvidos projetos de interesse comum.

 

A topografia do município é caracterizada por ser altamente acidentada, predominantemente de colinas e montanhas andinas com alturas de até 2.840 metros acima do nível do mar, onde se encontram o Vulcão Villarrica e o Vulcão Mocho Choshuenco. A sua localização é montanhosa, dominada por montanhas e ravinas escarpadas associadas a fenômenos de erosão glacial. Quanto à composição das florestas, na região de Los Lagos existem 10 dos 12 tipos de floresta do Chile.

 

Aspectos sócio-culturais e econômicos

 

Com uma população de cerca de 32.809 habitantes em 2002, a comuna caracteriza-se pela sua elevada ruralidade (68%) e dispersão populacional. Os principais centros semiurbanos são as cidades de Coñaripe, Neltume, Choshuenco e Liquiñe. A população economicamente ativa chega a 61%, enquanto a população jovem representa 32%, e os idosos 8%. Panguipulli também possui uma alta riqueza cultural, entendendo que é uma comuna altamente povoada, principalmente por comunidades mapuche que mantiveram seu estilo de vida ancestral e relação com a natureza.

 

Em um estudo realizado pela Diretoria de Desenvolvimento Comunitário do Município de Panguipulli, foram encontrados os seguintes resultados: › 86,6% das famílias pesquisadas estão abaixo da linha da pobreza

  • Mais de 1.500 famílias estão em extrema pobreza segundo o Ministério do Planejamento e Cooperação (MIDEPLAN)
  • Mais de 90% das famílias estão em condição de indigência e vivem no setor rural do município, assim como 73% das famílias consideradas pobres
  • 25% da população inquirida recebe algum tipo de subsídio estatal (pensões sociais, subsídios familiares, água potável, etc.).

 

Sua economia é baseada principalmente em serviços, agricultura e turismo. Seu passado econômico se consolidou com a extração florestal, que durou mais de 50 anos. Após a falência de muitas empresas desta área, o território procura outros horizontes através do turismo e da sustentabilidade ambiental, com o seu programa Destino Turístico dos Sete Lagos. Um processo que tem sido liderado pelo Município de Panguipulli, Serviços Públicos e atores locais, principalmente micro e pequenos empresários.

Associação

Atores são aqueles indivíduos ou grupos de indivíduos cujos objetivos estão relacionados à organização e que, por sua vez, afetam a organização. Dentro da área da Floresta Modelo Panguipulli, os atores são:

  • Comissão Nacional de Florestas (CONAF)
  • Município de Panguipulli
  • Representantes do setor privado
  • Comunidades indígenas
  • Organizações comunitárias
  • Associações de produtores

 

O Conselho de Administração é composto por representantes de organizações públicas, privadas, sociais e do mundo acadêmico. Os membros são propostos com base em sua representatividade e presença na área de influência do programa. As seguintes entidades compõem o diretório atual:

  • CONAF Los Ríos;
  • Município de Panguipulli;
  • Instituto Forestal (INFOR) Valdivia;
  • Serviço Agrícola e Pecuário (SAG) Los Ríos;
  • Parlamento de Coz Coz;
  • Associação de Turismo Puwincul Liquiñe;
  • Associação Comunitária de Apicultores;
  • Frente Ambientalista de Panguipulli;
  • Fundação Huilo Huilo;
  • Centro de Estudos Ambientais CEAM-UACH.

Sustentabilidade

Para cumprir sua missão e visão, o Floresta Modelo Panguipulli prioriza suas ações e seu investimento em áreas centrais associadas às funções de desenvolvimento local, tanto nos aspectos produtivos, sociais, ambientais, tecnológicos e econômicos.

 

Assim, de acordo com estes princípios básicos, a FMP define as seguintes áreas temáticas prioritárias:

  • Desenvolver e aumentar a produtividade do ecossistema com base no manejo integrado, onde a conservação é equilibrada com o uso racional dos recursos, com base nas necessidades do homem.
  • Desenvolvimento humano, social, produtivo e econômico, com o objetivo de promover o crescimento local e provincial, melhorar a qualidade de vida e reduzir a pobreza.
  • Desenvolvimento cultural, com o objetivo de aumentar e preservar o nosso patrimônio cultural.

 

As atuais linhas estratégicas da FM são:

  • Programa de Difusão Ambiental;
  • Programa de Promoção do Manejo e Uso Sustentável do Ecossistema Florestal;
  • Programa de Colaboração Horizontal.

 

A execução do Plano Operacional, o aprimoramento da “figura” organizacional (nomeação de um gerente/coordenador, equipe executora/comissão técnica e comissões temáticas/territoriais, além do fortalecimento de alianças) e a atualização participativa do Plano Estratégico se mostram como os principais desafios que a FM enfrenta.

Elemento Chave

Localizada na região com a maior área florestal do Chile › A região de Los Lagos contém 10 dos 12 tipos de floresta do Chile. › 203.000 hectares de Mata Nativa › Reserva da Biosfera (UNESCO, 2007)